segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Índice de velocidade de conexão Netflix de julho

Adicionamos os dados de julho ao Índice de velocidade de conexão Netflix, nosso relatório mensal dos provedores de serviços de Internet que oferecem a melhor experiência de transmissão da Netflix no horário nobre.
Dentre os países monitorados no Índice de velocidade de conexão Netflix, os EUA continuam atrás de muitos países da Europa e das Américas. Dos 20 países avaliados, os EUA ficaram em 13º, com velocidade média de 2,23 Mbps. Os Países Baixos lideram em desempenho, com média de 3,61 Mbps em julho. Noruega, Dinamarca e Suécia também apresentaram velocidades acima de 3 Mbps. Na outra ponta do índice, a Costa Rica teve velocidade média de 1,48 Mbps no mês passado, mas seu desempenho tem melhorado regularmente desde que começamos a acompanhar as taxas de transmissão online, neste ano.   

No índice deste mês, também adicionamos ícones aos gráficos de mais 12 países, incluindo Canadá e México, para facilitar a comparação do desempenho da Netflix em diferentes tipos de redes.

O Índice de velocidade de conexão Netflix é baseado nos dados coletados dos mais de 50 milhões de assinantes Netflix do mundo todo, que assistem a mais de um bilhão de horas de séries de TV e filmes ao mês pela Netflix. As velocidades mostram o desempenho geral durante o horário nobre de todas as transmissões da Netflix na rede de cada provedor e indicam o desempenho típico de todos os usuários da rede de determinado provedor. Uma rede mais rápida geralmente proporciona melhor qualidade de imagem, inicialização mais rápida e menos interrupções.

Observação: o desempenho médio fica abaixo do desempenho máximo devido a muitos fatores, como a variedade de codificações que a Netflix usa para transmitir as séries de TV e os filmes, a diversidade de aparelhos e conexões domésticas dos assinantes. Esses fatores são desconsiderados na comparação dos provedores de acesso à Internet.

Abaixo seguem os rankings regionais mais recentes.

Anne Marie

Anne Marie Squeo faz parte da equipe de comunicação da Netflix.



terça-feira, 15 de julho de 2014

Índice de velocidade de conexão Netflix de junho

Acabamos de adicionar os dados de junho ao Índice de velocidade deconexão Netflix, nosso relatório mensal dos provedores de serviços de Internet que oferecem a melhor experiência de transmissão da Netflix no horário nobre.

Na atualização deste mês, também adicionamos ícones ao gráfico dos EUA para aumentar a transparência sobre o tipo de tecnologia usado pelos provedores de Internet. Dessa forma, será mais fácil comparar o desempenho da Netflix em diferentes tipos de redes.

Dados mais relevantes de junho:

     EUA – Entre os maiores provedores de Internet, Cablevision, Cox e Suddenlink continuaram na liderança do índice e demonstraram melhorias contínuas em relação aos três meses anteriores. A Verizon FiOS continuou em queda, caindo mais duas posições para o 12ª lugar. Tanto a Verizon FiOS quanto a AT&T U-Verse estão atrás das redes DSL da Frontier, Windstream e Centurylink.

     Canadá – Após a divisão entre DSL e fibra da MTS e da Sasktel, as redes de fibra desses dois provedores demonstraram desempenhos excelentes. A rede de fibra da MTS ficou em terceiro, enquanto a da Sasktel ficou em quinto.

     América Latina – A Telecentro manteve a primeira colocação na Argentina, aumentando seu desempenho em quase 1 Mbps ao passar de 2,35 para 3,26 Mbps.

     Europa – Não houve mudanças significativas nas primeiras posições do ranking, mas a Virgin Media do Reino Unido ampliou sua liderança sobre a BT como provedor com a melhor classificação.

O Índice de velocidade de conexão Netflix é baseado nos dados coletados dos mais de 48 milhões de assinantes Netflix do mundo todo, que assistem a mais de 1 bilhão de horas de séries de TV e filmes ao mês pela Netflix. As velocidades mostram o desempenho geral durante o horário nobre de todas as transmissões da Netflix na rede de cada provedor e indicam o desempenho típico de todos os usuários da rede de determinado provedor. Uma rede mais rápida geralmente proporciona melhor qualidade de imagem, inicialização mais rápida e menos interrupções.

Observação: O desempenho médio fica abaixo do desempenho máximo devido a muitos fatores, como a variedade de codificações que a Netflix usa para transmitir as séries de TV e os filmes, a diversidade dos aparelhos e conexões domésticas dos assinantes. Esses fatores são desconsiderados na comparação dos provedores de acesso à Internet.

Abaixo seguem os rankings regionais mais recentes.

Anne Marie

Anne Marie Squeo integra a equipe de comunicação da Netflix.





segunda-feira, 9 de junho de 2014

Índice de Velocidade de Conexão Netflix de Maio

Acabamos de adicionar os dados de maio ao Índice de velocidade de conexão Netflix, nosso relatório mensal dos provedores de serviços de Internet que oferecem a melhor experiência de transmissão da Netflix no horário nobre. 

O Índice de velocidade de conexão Netflix dá maior transparência e ajuda o consumidor a entender o acesso à Internet proporcionado pelo seu provedor.  A velocidade média de transmissão da Netflix é de 2 Mbps (sendo que a maioria das transmissões está entre 256 Kbps e 5,8 Mbps), uma fração da banda larga contratada pela maioria dos consumidores. Mesmo assim, em alguns casos, os clientes não conseguem ter uma experiência Netflix de qualidade.

A campanha de transparência da Netflix inclui testes durante a reprodução de vídeos. Lançados em maio e em pequena escala por enquanto, os testes comunicam ao cliente que a experiência Netflix está prejudicada devido à falta de capacidade da rede de seu provedor de banda larga. Os testes estão sendo realizados nas regiões dos EUA onde há congestionamento significativo e crônico, e têm final previsto para 16 de junho. Estamos analisando a possibilidade de realizar testes em escala maior.

Alguns provedores de banda larga alegam que nós, e não eles, somos os responsáveis pela qualidade insatisfatória das transmissões.  A Netflix não seleciona rotas congestionadas de tráfego na Internet para transmitir seus vídeos. Nós contratamos as maiores redes de dados do mundo para transmitir vídeos diretamente para a porta dos provedores de Internet.  O problema ocorre exatamente a partir dessa porta, ou ponto de interconexão, quando o provedor de banda larga não aloca capacidade suficiente para acomodar o tráfego de dados que o cliente requer.

Alguns grandes provedores dos EUA estão erguendo “pedágios”. Mesmo com capacidade suficiente para os serviços requeridos pelos seus assinantes, os serviços são fornecidos adequadamente somente quando a empresa detentora do conteúdo paga uma taxa. Dessa forma, os provedores estão faturando duplamente: eles cobram tanto seus assinantes como as empresas de conteúdo. Consideramos esse pedágio impróprio, pois ele eleva os custos, dificulta a inovação e prejudica os consumidores. Os provedores de Internet devem fornecer capacidade suficiente de rede para que os consumidores tenham uma experiência em banda larga compatível com o que estão pagando.

Veja outros destaques do Índice de velocidade de conexão Netflix do mês de maio:


O Índice de velocidade de conexão Netflix é baseado nos dados coletados dos mais de 48 milhões de assinantes Netflix do mundo todo, que assistem a mais de um bilhão de horas de séries de TV e filmes ao mês pela Netflix. As velocidades mostram o desempenho geral de todas as transmissões Netflix por provedor e indicam o desempenho típico obtido por todos os usuários da rede de um provedor.  Uma maior velocidade geralmente corresponde a uma melhor qualidade de imagem, inicialização mais rápida e menos interrupções.

Observação: o desempenho médio fica abaixo do desempenho máximo devido a muitos fatores, incluindo a variedade de codificações que a Netflix usa para transmitir séries de TV e filmes, o aparelho e a rede doméstica do assinante. Esses fatores são desconsiderados na comparação de provedores de acesso à Internet. 

Abaixo seguem os rankings regionais mais recentes.

Joris

Joris Evers integra a equipe de comunicação da Netflix




sexta-feira, 6 de junho de 2014

Continue assistindo em celulares e tablets Android

Na Netflix, queremos que assistir a séries de TV e filmes fique cada vez mais fácil para você. Se você assiste à Netflix no PlayStation 3, na web ou em outros aparelhos, talvez já conheça o “Post-Play”. Hoje acrescentamos o “Post-Play” ao aplicativo Netflix no Android. Assistir a mais conteúdo em outros aparelhos ficou mais fácil ainda.

O “Post-Play” funciona tanto para séries de TV (celulares e tablets) como em filmes (somente tablets). No final de um episódio, colocamos o seguinte automaticamente na fila de reprodução, a menos que você decida pausar ou interromper a transmissão. Em filmes, você verá três sugestões de títulos para assistir em seguida. Para dispensar o “Post-Play”, basta tocar no vídeo.


O “Post-Play” agora está disponível em todos os celulares e tablets Android e no Amazon Kindle Fire com Android 4.0 ou superior. Baixe agora mesmo da Google Play.

E não perca outras novidades daqui a alguns meses, como o “Post-Play” para o Chromecast.

Rob e François

Rob Caruso é diretor de engajamento da Netflix

François Goldfain é gerente de engenharia da Netflix

terça-feira, 13 de maio de 2014

Índice de velocidade de conexão Netflix de abril adiciona Canadá

Acabamos de adicionar os dados de abril ao Índice de velocidade de conexão Netflix, nosso relatório mensal dos provedores de serviços de Internet que oferecem a melhor experiência de transmissão da Netflix no horário nobre.

Agora nosso índice também passa a incluir o Canadá. Como já era previsto, os serviços de fibra ótica dos provedores Bell Aliant e Bell Canada lideram, seguidos de perto pelo provedor de internet a cabo Shaw. A velocidade média de conexão Netflix no Canadá é mais rápida do que nos EUA, mas está abaixo da velocidade alcançada na maioria dos países europeus.

Veja outros dados significativos do Índice de velocidade de conexão Netflix do mês de abril:
  • Nos EUA, a velocidade média da Comcast para transmissões Netflix continua subindo, com uma média de 2,77 Mbps em abril. A Comcast ocupa agora a terceira posição em nosso índice geral, atrás apenas dos provedores Cablevision (Optimum) e Cox.
  • Na América Latina, o provedor Telecentro lidera na Argentina, desbancando a Claro. Na Costa Rica, a Tigo Star superou a Japi e assumiu a primeira posição. No Equador, a RV Cable foi ultrapassada pela Telconet.
  • Na Europa, a velocidade dos provedores Telenor na Dinamarca, Noruega e Suécia aumentou, enquanto que na Irlanda houve uma melhora no desempenho da UPC.
O Índice de velocidade de conexão Netflix é baseado nos dados coletados dos mais de 48 milhões de assinantes Netflix do mundo todo, que assistem a mais de 1 bilhão de horas de séries de TV e filmes ao mês pela Netflix. As velocidades mostram o desempenho geral de todas as transmissões da Netflix através de cada provedor e indicam o desempenho típico obtido por todos os usuários da rede de determinado provedor. Uma rede mais rápida geralmente traz mais qualidade de imagem, inicialização mais rápida e menos interrupções.

Observação: o desempenho médio fica abaixo do desempenho máximo devido a muitos fatores, incluindo a variedade de codificações que a Netflix usa para transmitir as séries de TV e os filmes, assim como a diversidade de aparelhos e conexões domésticas dos assinantes. Esses fatores são desconsiderados ao comparar os provedores de acesso à Internet.

Joris

Joris Evers integra a equipe de comunicação da Netflix



segunda-feira, 14 de abril de 2014

Índice De Velocidade De Conexão Netflix De Março

Acabamos de adicionar os dados de março ao Índice de velocidade de conexão Netflix, nosso relatório mensal dos provedores de serviços de Internet que oferecem a melhor experiência de transmissão da Netflix no horário nobre.

Os resultados deste mês comprovam que o desempenho pode melhorar quando os provedores de serviços de Internet conectam-se diretamente à Netflix. Nos EUA, a velocidade média da Netflix na Comcast melhorou 65%, passando de 1,51 Mbps em janeiro para 2,5 Mbps em março.

Também houve melhorias nos provedores da Telenor na Noruega, Suécia e Dinamarca, depois que a Telenor aceitou conectar sua rede diretamente à Netflix.

A Netflix se compromete a oferecer uma ótima qualidade de transmissão. Para isso, investimos na melhoria contínua da transmissão. Parte desse investimento é uma colaboração com os provedores de Internet para facilitar a entrega do serviço Netflix e evitar congestionamentos. Constatamos melhorias estáveis na velocidade oferecida aos clientes pelos provedores que conectam sua rede à Netflix através da Open Connect, nossa rede de fornecimento de conteúdo.

Outros dados do Índice de velocidade de conexão Netflix de fevereiro:

  • Expandimos a nossa lista com mais seis países latino-americanos: Costa Rica, Equador, Jamaica, Panamá, Peru e Uruguai. Agora, os clientes desses países também podem verificar facilmente quais provedores de Internet oferecem a melhor transmissão do conteúdo da Netflix. Os dados também facilitam a comparação entre países: o Uruguai é o primeiro da lista na região, enquanto a Costa Rica é a última dentre os 11 países analisados.
  • Na Suécia, a Com Hem ficou em primeiro lugar, desbancando pela primeira vez a Own It.

O Índice de velocidade de conexão Netflix é baseado nos dados coletados dos mais de 44 milhões de assinantes Netflix do mundo todo, que assistem a mais de um bilhão de horas de séries de TV e filmes ao mês pela Netflix. As velocidades mostram o desempenho geral de todas as transmissões da Netflix através de cada provedor e indicam o desempenho típico obtido por todos os usuários da rede de um provedor. Uma rede mais rápida geralmente traz mais qualidade de imagem, inicialização mais rápida e menos interrupções.

Observação: o desempenho médio fica abaixo do desempenho máximo devido a muitos fatores, incluindo a variedade de codificações que a Netflix usa para transmitir as séries de TV e os filmes, assim como a diversidade de aparelhos e conexões domésticas dos assinantes. Esses fatores são desconsiderados ao comparar os provedores de acesso à Internet.

Joris


segunda-feira, 10 de março de 2014

Ampliação do Índice de velocidade de conexão Netflix

Acabamos de adicionar os dados de fevereiro ao Índice de velocidade de conexão Netflix, nosso relatório mensal dos provedores de serviços de Internet que oferecem a melhor experiência de transmissão da Netflix no horário nobre. Neste mês, expandimos nossa lista para fornecer mais detalhes sobre os 60 principais provedores de serviços de Internet nos Estados Unidos.

Desde o início da publicação do Índice, em dezembro de 2012, acompanhamos os maiores provedores de banda larga nos EUA, além do Google Fiber, a estrela-guia do desempenho de banda larga no país. Mesmo com a expansão, o Google Fiber continua no topo da lista de provedores, mas a Cablevision (Optimum) agora lidera entre as maiores empresas.

A lista foi ampliada para fornecer mais informações sobre o desempenho de muitos provedores pequenos nos EUA e para incluir empresas que mereciam ser reconhecidas. Por exemplo, a Midcontinent, provedora de cabo local de Sioux Falls, em South Dakota, assumiu a segunda posição na lista expandida.

Alguns outros dados do Índice de velocidade de conexão Netflix referentes ao mês de fevereiro:

– Não houve muitas mudanças nos principais índices de fevereiro nos EUA. Esperamos ver uma melhora no desempenho da Comcast quando publicarmos os dados de março, que devem refletir o resultado do acordo firmado entre a Comcast e a Netflix.

No México, separamos a Axtel – Extremo, um serviço de fibra óptica, e a Axtel Acceso Universal, um serviço WiMAX. Com essa divisão, a Axtel – Extremo atingiu a primeira colocação entre os provedores de banda larga do México. Não houve grandes alterações nos outros países da América Latina.

– Nos Países Baixos, a UPC deixou a última colocação e subiu três posições, ultrapassando TYele2, Online e XS4ALL. No Reino Unido, a Virgin Media perdeu a liderança para a BT, enquanto a Com Hem da Suécia e a Get da Noruega subiram duas posições e alcançaram o segundo lugar em seus respectivos países. Nos outros países da Europa, também não registramos muitas mudanças.

O Índice de velocidade de conexão Netflix é baseado nos dados obtidos dos mais de 44 milhões de assinantes Netflix do mundo todo, que assistem a mais de um bilhão de horas de séries de TV e filmes na Netflix todos os meses. As velocidades listadas refletem o desempenho geral de todas as transmissões da Netflix através de cada provedor e são um indicativo do desempenho geral obtido por todos os usuários conectados à rede de um provedor de acesso à Internet. Uma velocidade mais rápida geralmente resulta em melhor imagem, inicialização mais rápida e menos interrupções.

Observação: o desempenho médio está abaixo do desempenho máximo devido a muitos fatores, incluindo a variedade de codificações que a Netflix usa para transmitir as séries de TV e filmes, assim como a variedade de aparelhos utilizados pelos assinantes e a condição de suas conexões domésticas. Esses fatores são desconsiderados ao comparar os provedores de acesso à Internet.

Abaixo segue a nossa classificação atual dos provedores de Internet por região.

Joris